quarta-feira, 12 de março de 2014

Apresentação do livro "Poesia com Brandy" de Teresa Azevedo


A bela Mariane posa para Scott em um dos jardins da casa de veraneio dos tios. A menina é sobrinha de sua esposa, mas ele a observa apaixonado enquanto a contorna na tela, e sente seu corpo ferver como se a estivesse tocando. Sua beleza e doçura despertam em Scott os sentimentos de um jovem, e Mariane parece corresponder aos anseios do romântico artista, além de estar sempre por perto quando o tio pinta ou mesmo fala sobre suas obras. Ao contrário da tia, a menina se sente envolvida pelos magníficos dons do tio ao piano e pela grandiosidade de suas obras, tão perfeitamente detalhadas.
Mariane escreve poesias com força e magia transcendentais, convida ao amor como se oferecesse o seu próprio. A despeito da repreensão da tia, a garota participa da hora do Brandy com os homens da casa, discute com maturidade sobre os mais variados assuntos e chega a desafiar conceitos, mas age com graça e segurança em situações adversas. Seu comportamento ousado, e ao mesmo tempo meigo, desperta nos homens desejos de estarem sempre ao seu lado. E a casa esconde amores velados e proibidos.

A autora.

Texto: Apresentação do livro "Poesia com Brandy" de Teresa Azevedo


Imagem: "Têtes de Suppliciês" - Obra de Theodore Géricault.

Nenhum comentário:

Postar um comentário