segunda-feira, 26 de maio de 2014

Mumifica a dor que me espanca




Mumifica a dor que me espanca

Mas a distância aumenta e
Cala meus gritos ao vento,
Leva de mim os pensamentos,
Mumifica a dor que me espanca.


Fragmento de poesia de Teresa Azevedo, cuja obra pode ser adquirida no site www.clubedeautores.com.br


Tela de Oscar-Claude Monet - pintor francês e o mais célebre entre os pintores impressionistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário